terça-feira, 9 de julho de 2013

Carreira Médica

Aumentar a duração dos cursos médicos, obrigar os médicos formados a trabalhar para o Governo por dois anos, deslocando-os para lugares onde não permanecerão clinicando, não é uma boa solução e precisa ser revista.

Não há no Brasil falta de médicos, pois a Organização Mundial de Saúde preconiza 1 médico para cada 1.000 habitantes e temos 1 para 622 habitantes, logo o que existe é má distribuição. A distribuição de uma profissão liberal é determinada pela capacidade do mercado e condições de trabalho. Fica evidente que o Governo deve estabelecer um sistema de distribuição de médicos pagos pelo setor público, em locais onde o mercado de trabalho não permite o exercício da medicina como profissão liberal, e quanto a isto parece não haver discussão. Leia mais

Um comentário:

Participe!