sábado, 21 de março de 2015

Solução racional para a crise brasileira

Teoricamente o Brasil é uma Federação, mas o centralismo vigente tornou suas unidades insolventes. A substituição do ICMS, por um imposto cobrado sobre a movimentação financeira realizada na unidade é uma medida racional e que assegurará, a cada ente federado, a autonomia para definir sua arrecadação, sem interferir na arrecadação dos demais e sem interferência do poder central.

Evidentemente este tipo de tributação exige medidas monetárias complementares que já deveriam ter sido adotadas no Brasil e que são de fácil e inadiável implantação.

A supressão do ICMS determinará imediata deflação, com consequente redução dos juros vigentes, o que, por si só, assegurará a reversão da crise brasileira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe!